Raça Pug – Rugas – Filhotes e Cuidados

Raça Pug - Rugas - Filhotes e Cuidados

Raça Pug, rugas, filhotes e cuidados, por certo você possui um pet desses ou tem um grande desejo de ter um como seu animal particular de estimação né verdade, por isso que você está lendo esse artigo.

Na verdade, quem lê um tema como esses é porque tem compromisso com seu bichinho de estimação, sendo assim, nesse artigo vamos tratar exclusivamente sobre o Pug.

Essa linda raça de cachorro de pequeno porte, que chama a atenção por sua aparência diferente e também pela fofura.

Vamos ver como cuidar de um filhote e também como cuidar das famosas rugas que ele possui na cara, cuidados esses necessários para o bem estar dessa raça.

Leia também: Animais Selvagens – Saiba Mais Sobre Eles Aqui…

Desvantagens de ter um Pug de estimação

As principais desvantagens de se ter um Pug de estimação estão todas listadas aqui nesse tópico, certamente se você pretende ter um cão desses pense duas vezes.

Não faz muito tempo que agente escreveu um artigo onde falamos de todas as vantagens que se tem em possuir um Pug de estimação, por certo você vai gostar de ler.

Veja bem, todas as nossas escolhas possuem lados bons e ruins, claro que se agente só pensar nas coisas ruins agente nunca escolherá nada, contudo é bom analisar.

Nesse artigo infelizmente agente agora vai falar sobre as desvantagens de se ter um Pug como pet de estimação.

As principais desvantagens de ter um Pug de estimação

Em primeiro lugar, vale a pena lembrar que nesse tópico, não vamos falar sobre nenhuma vantagem de se ter um Pug como pet.

Em segundo lugar, caso você queira saber as vantagens de se ter um Pug, acesse nosso outro artigo sobre a raça.

Sendo assim, vamos ver as desvantagens de ter um Pug de estimação a partir de uma lista que montamos aqui abaixo:

  • Não se dão muito bem em lugares com temperatura elevada (Hipertermia)
  • Possuem olhos sensíveis demais
  • A depender da linhagem custam muito caro podem chegar a custar até R$10.000,00
  • Possuem pouca resistência física
  • Necessitam de cuidados diferenciados com a pele
  • Precisam ter o pelo escovado todos os dias
  • Possuem tendência a engordar
  • Roncam demais quando dormem
  • A manutenção é difícil

Normalmente são essas as principais desvantagens de se ter um Pug como pet.

Claro que isso é super relativo, sendo assim, se mesmo assim você quiser arriscar e ter um Pug, já vai estar tomando essa decisão de forma mais consciente.

Espero ter ajudado de alguma maneira a entender sobre as desvantagens de possuir um cachorro dessa raça, sendo assim, boa sorte.

Compartilha nossa lista com mais alguém que precisa saber dessas verdades, certamente vão te agradecer muito pelo toque.

Como cuidar das rugas do cão da raça Pug?

Saiba cuidar das rugas do cão da raça Pug, vamos explicar tudo aqui sobre o assunto, certamente você não vai precisar gastar dinheiro no pet shop.

É normal agente gastar dinheiro com veterinário quando se trata da saúde dos nosso pets.

No entanto é bom agente saber resolver alguns problemas sem precisar gastar uma grana com o ocorrido.

Nesse tópico vamos ver como você pode cuidar das rugas de seu Pug da maneira certa e sem custos com o veterinário.

Aprenda como cuidar das rugas do cão da raça Pug

Em primeiro lugar, o Pug é um cão muito sensíveis portanto precisa de muitos cuidados específicos e muita dedicação por parte do seu tutor.

Embora não seja um pet ruim de cuidar, o Pug é extremamente dependente de cuidados que a sua raça precisa constantemente.

Normalmente os donos de Pug gastam uma grana para cuidarem dos olhos e rugas dos seus cães, portanto seria interessante saber como fazer isso em casa.

Em segundo lugar vamos ver como você poderá estar cuidando das rugas do seu Pug seguindo o passo a passo abaixo:

  • A prioridade da limpeza das rugas de um Pug sempre será as da carinha do pet
  • Nunca deixe umidade nas dobras de seu Pug
  • Se você deixar umidade nas rugas de seu Pug, vão surgir fungos e assaduras no seu cão
  • Limpe com gaze e soro fisiológico todas as rugas ou dobras do seu Pug
  • Acostume ele desde bem novinho, para quando estiver grande não haja resistência da parte dele
  • Nunca esqueça de enxugar bem depois de efetuar a limpeza

Em suma são essas as orientações que os veterinários costumam dar aos donos de cachorros da raça Pug, siga essas orientações e economize uma grana.

Normalmente as rugas na cara do Pug são as que mais dão trabalho com fungos e assaduras, sendo assim tenha bastante atenção com elas.

Compartilha com o máximo de pessoas essas dicas que vão economizar muito dinheiro caso façam da maneira correta

Como cuidar de um filhote de Pug?

Se você achou esse artigo é porque estava pesquisando sobre o assunto, por certo vai curtir o texto.

Em tese todo mundo deveria saber que um filhote de qualquer animal precisa de certos cuidados que vão decidir se o bicho vive ou morre.

Sendo assim, todo bicho quando novinho vai necessitar de cuidados que vão requerer certas habilidades e conhecimentos.

Mesmo assim, há certas coisas que a própria natureza vai fazer com o animal e você não precisa interferir, veja nesse artigo como cuidar de um filhote de Pug.

Veja como cuidar de um filhote de Pug da maneira certa

Em primeiro lugar, antes dos novos moradores da casa chegarem, falo dos filhotes novinhos de Pug, a casa precisa estar preparada para a chegada deles.

Em segundo lugar, vamos ver com o que se deve preocupar na hora de cuidar dos filhotes:

  • Amamentação, nunca tire os filhotes de Pug antes de 45 dias de vida
  • Higienização, mantenha o local onde os cãezinhos estão sempre limpo
  • Limpe as dobrinhas dos bebês para não acumular sujeira e criar fungos
  • Imunização, não se esqueça das vacinas V8 ou V10 e também vermífugos, para isso, leve-os ao veterinário
  • Outros cuidados também são importantes como, peso, pele, focinho e olhos

Normalmente são essas as principais recomendações que os veterinários costumam passar para os donos de Pug recém-nascidos.

Aprendemos hoje como cuidar de um filhote de Pug da maneira certa, certamente agora você já pode ficar mais tranquilo com esse assunto.

Na verdade há outros pontos a citar, por exemplo se seus filhotes já estiverem saído da mama, você poderá servir o alimento da seguinte maneira:

  • Até o limite de 45 dias de vida é somente leite materno
  • Desse ponto até os 60 dias servir ração de filhote úmida e parcialmente úmida
  • Depois dos 60 dias até os 90 dias já se pode migrar de ração úmida para ração seca

Basicamente são essas as recomendações que guardamos aqui para vocês, espero que tenha gostado, compartilha com mais pessoas interessadas no assunto.

Conclusão

Nosso objeto de estudo nesse tema de hoje foi falar sobre o cachorro da raça Pug, rugas, filhotes e cuidados.

Acredito que depois de hoje você vai ficar mais ligado no que esse pet precisa, afinal de contas, essas coisas são de responsabilidade do tutor.

Por isso que sempre pedimos para que nossos leitores possam compartilhar nossas dicas e curiosidades com mais pessoas.

Dessa forma, podemos ajudar mais gente em menos tempo né mesmo, contudo precisamos também que você possa por em prática o que mostramos aqui nesse artigo.