Bulldog Francês – Não compre sem antes ler esse artigo

Bulldog Francês - Não compre sem antes ler esse artigo

Bulldog francês, não compre sem antes ler esse artigo, certamente se você está lendo esse post é porque deseja ter um Bulldog francês como pet de estimação ai mesmo em sua casa né mesmo?

Na verdade todos os que desejam tem um cachorro desses como animal de estimação precisariam ler um texto como esse para saberem o que estão fazendo da vida, se esse é o seu caso, seja bem vindo.

Todos os que querem ter um animal de estimação precisam saber que não é uma tarefa fácil nem para todo mundo, sendo assim vamos ver o que você precisa saber.

Afinal de contas, é necessário ponderar alguns pontos que são de suma importância como por exemplo:

  • Temperamento do animal
  • Comportamento com crianças, estranhos e outros animais
  • Adestramento
  • Saúde
  • Doenças hereditárias

Leia também: Labrador Retriever – Saiba Como Cuidar Dessa Linda Raça de Cachorro

Buldog Francês – Não compre sem antes ler esse artigo – Veja isso antes de comprar um Bulldog francês

Em primeiro lugar, escrevemos esse artigo para ajudar pessoas como você a rever a ideia de ter um Bulldog francês de estimação.

Portanto se você deseja de fato ter cachorro dessa raça, leia todas nossas dicas para ver se vale a pena e se o Bulldog pode fazer parte da sua realidade.

Em segundo lugar, vamos ver os pontos importantes que você precisará analisar:

  • O Bulldog é extremamente apegado ao dono, sendo assim caso você não tenha tempo de ficar em casa já pode descartar a ideia de um Bulldog francês como pet
  • Esse cão faz muita bagunça, muita mesmo
  • Não são sociáveis com outros cães
  • Não podem ficar muito cansados pois podem ter uma parada cardiorrespiratória
  • Não são ideais para clima quente, acima de 25°C já é quente para eles
  • Tem mania de comem coco as vezes

Finalmente essas são as recomendações que costumamos dar a quem deseja ter um Bulldog francês em casa, sendo assim, pense bem antes de fazê-lo.

No entanto se você puder preencher todas as lacunas que te mostramos aqui, não vejo problema algum em ter um cão dessa raça em casa.

Por certo é uma excelente escolha, contudo precisará de muita mão de obra pois o Bulldog francês é terrivelmente implacável em brincadeiras.

Compartilha nosso artigo com mais alguém que precisa saber dessas dicas antes de ter um cão desses em casa, por certo vão curtir bastante.

Buldog Francês – Não compre sem antes ler esse artigo – 21 Motivos para não ter um Bulldog francês em casa

Certamente nesse momento você deve estar curioso com o título desse tópico né mesmo?

No entanto, separamos 21 motivos para você não ter um cachorro desses como seu companheiro em casa.

Nesse tópico você vai saber se é uma boa ter ou não ter um Bulldog francês na família, por certo depois de hoje você não vai querer mais um desses como pet.

Em primeiro lugar, precisamos deixar bem claro que não queremos queimar o filme do Bulldog francês nesse artigo.

Assim como estamos falando dos pontos negativos da raça, existem também muitos pontos positivos que você pode conferir em nossos artigos.

Em segundo lugar, vamos aos 21 itens que vão fazer você não querer um Bulldog francês:

  • Soltam muitos gases
  • Soltam muito pelo
  • Não são ideais para quintal
  • Não curtem ficar no colo
  • São animais muito brutos, então esqueça delicadeza
  • Possuem um hábito terrível de destruir tudo ao seu alcance
  • É um cachorro muito agitado
  • São cachorros muito visados por ladrões
  • Não são cachorros para fazerem exercícios contigo
  • Possuem um latido muito estranho
  • Amam fazer xixi em qualquer lugar da casa
  • Gostam de brigar com outros cachorros
  • São extremamente teimosos
  • Roncam muito
  • Não são muito apegados ao dono
  • Babam demais
  • Precisam de cuidados especiais com as rugas
  • Comem cocô
  • São muito chatos para comer
  • Possuem diversos problemas de pele
  • Vivem poucos anos, no máximo 10

Pronto, esses são os 21 pontos negativos que levam muitas pessoas a não quererem um Bulldog francês como animal de estimação, por certo compreensível né mesmo.

Entretanto há diversas qualidades que esse cão esconde consigo, isso significa que muita gente não leva em conta os deméritos da raça.

Buldog Francês – Não compre sem antes ler esse artigo – Bulldog francês late muito?

Será que o Bulldog francês late muito? É uma das preocupações de quem deseja ter um cachorro em casa, certamente para evitar problemas com os vizinhos.

Portanto, nesse tópico nós vamos te ajudar com essa dúvida, pois quando compramos ou ganhamos um cãozinho, sempre vem em mente essa preocupação.

Na verdade é uma das características que mais preocupam alguém num cachorro é saber se ele late muito, embora o latido é a forma mais básica do cão se comunicar.

Em primeiro lugar, como já dissemos acima, o latido é maneira mais direta do cachorro se comunicar com o mundo externo a sua volta.

Em segundo lugar a resposta para a pergunta do tema desse artigo é “NÃO”, o Bulldog francês não late muito.

Na verdade ele late muito pouco, caso ele demostre agitação e latido frequentes, procure verificar se não tem algo de errado, pois ele pode estar avisando algo.

O latido do Bulldog francês é estranho e abafado, ou seja, não é aquele latido estridente como é o caso do Poodle, ou latido forte como o Dachshund.

Sendo assim, se for depender do latido do Bulldog francês para ter paz com os vizinhos, considere feito.

Portanto, o latido não é uma preocupação para os donos de Bulldogs, no entanto essa característica é substituída pela bagunça exagerada.

Nesse ponto do artigo respondemos à pergunta “Será que o Bulldog francês late muito?” Certamente agora você já sabe mais uma das muitas curiosidades sobre esse cão.

Compartilha nosso artigo com mais pessoas interessadas nessa raça de cachorro, certamente vão curtir saber dessas coisas, pois são de suma importância.

Conclusão

Enfim, estamos terminando um artigo onde passamos um verdadeiro raio x no Bulldog francês, acredito que algumas dúvidas desapareceram né mesmo.

Contudo, já escrevemos muitos outros artigos onde o Bulldog francês foi nosso objeto de estudo em questão.

Acredito também que se você já é frequentador de nosso portal, já tem a noção de muita coisa sobre essa linda raça de cachorro.

Já vamos pedir para você compartilhar nosso artigo de hoje com seus amigos e familiares que também podem ter alguma dúvida sobre essa raça de cachorro.